segunda-feira, 27 de junho de 2016

Trailer de "Aquarius", de Kleber Mendonça Filho


Foi finalmente divulgado o trailer de Aquarius, o mais recente filme do cineasta brasileiro Kleber Mendonça Filho (O Som ao Redor):


Aquarius foi dos filmes preferidos da crítica durante o Festival de Cannes 2016 (onde competiu pela Palma d'Ouro) e um dos antecipados favoritos à corrida ao Óscar 2017 (Melhor Filme Estrangeiro e Melhor Actriz), que causou burburinho até na passadeira vermelha do festival francês onde toda a equipa protestou contra o impeachment de Dilma Rousseff e contra o novo governo interino do vice-presidente do Brasil, Michel Temer.

No filme, Clara (Sônia Braga), 65 anos de idade, é uma escritora e crítica de música na reforma. Ela é viúva, mãe de três filhos adultos e moradora de um apartamento repleto de livros e discos na Avenida Boa Viagem, Recife, num edifício chamado Aquarius. Clara tem também o dom de viajar no tempo, um superpoder que poucas pessoas no mundo são capazes de desenvolver.

Aquarius venceu o prémio de Melhor Filme do Festival de Sidney 2016 e Sônia Braga foi considerada a Melhor Actriz entre os filmes que competiram em Cannes 2016 pela International Cinephile Sociey. O filme estreará em Portugal com a Midas Filmes.

Estreias 30 Jun'16: Tangerine, Free State of Jones, Olmo e a Gaivota, Der Staat gegen Fritz Bauer, La tête haute, Equals, Central Intelligence, Love And Friendship, La vache, Ahora o nunca,

Dia 30 de Junho pode contar com as seguintes estreias numa sala de cinema perto de si:

Destaques:

  Tangerine (Tangerine)
Ano: 2015
Realização:
Argumento:  ,
Género: Drama, Comédia
Elenco: , ,
 
Uma prostituta transgénero de Los Angeles (EUA) volta à liberdade depois de quase um mês na prisão. Acidentalmente, a sua melhor amiga conta-lhe que o namorado e proxeneta que ela deixou para trás anda a traí-la com uma mulher cisgénero (cuja expressão de género corresponde ao sexo que lhe foi atribuído à nascença). E parte à procura de ambos. É esta a história da comédia de Sean Baker, realizador que no passado co-criou para televisão a personagem Greg the Bunny, um fantoche de mão, e assinou filmes como Starlet. Rodou Tangerine exclusivamente com três iPhones. Kitana Kiki Rodriguez e Mya Taylor, as protagonistas, foram alvo de uma campanha para serem as primeiras mulheres abertamente transgénero a serem nomeadas para Óscares das categorias de representação, mas o filme ficou-se pelas nomeações e prémios noutras cerimónias e festivais como os Independent Spirit Awards.

Outras sugestões:

Estado Livre de Jones (Free State of Jones)

Ano: 2016
Realização:
Argumento:
Género: Drama, Acção
Elenco:  , ,
Newton Knight, um camponês pobre que nos anos 1860, em plena Guerra Civil Americana, liderou uma companhia que se revoltou contra o exército confederado, pelo qual antes lutava. Segundo a lenda, Knight tentou formar o seu próprio Estado, uma comunidade mestiça, e separar o condado de Jones do resto do Mississípi. Este filme realizado por Gary Ross, que assinou o primeiro Os Jogos da Fome e Pleasantville - A Viagem ao Passado, além dos guiões de Big ou Dave, Presidente por Um Dia, baseia-se nessa história. Com Matthew McConaughey como Knight, o filme conta também com a britânica Gugu Mbatha-Raw no papel da esposa ex-escrava do militar. O elenco inclui ainda Keri Russell, Mahershala Ali e Brad Carter. Não é a primeira vez que esta história chega ao grande ecrã: Tap Roots, realizado por George Marshall em 1948, já tinha pegado nela.


Olmo e a Gaivota (Olmo & the Seagull)

Ano: 2015
Realização: ,
Argumento:  ,
Género: Drama, Documentário
Elenco:  , ,
Entre a ficção e o documentário, esta obra de Petra Costa e Léa Glob é uma co-produção dinamarquesa, brasileira, portuguesa, francesa e sueca que se foca em Olivia Corsini, uma actriz do Thêatre du Soleil, em Paris (França), que se prepara para fazer de Arkadina na peça A Gaivota, de Tchekhov, num palco em Nova Iorque (EUA). Só que Olivia e o namorado, o colega Serge Nicolai, percebem que ela está grávida e isso complica todo o trabalho na peça, já que não convém que a protagonista tenha uma barriga grande. A própria gravidez não é, aliás, encarada de forma completamente pacífica... A ideia do filme é fazer uma viagem pela mente da actriz. Segmentos encenados misturam-se com o registo documental, não dando certezas ao espectador sobre se o que está a ver é ou não verdadeiro, e esbatendo as fronteiras entre a realidade e a representação. A produção executiva é do actor norte-americano Tim Robbins.
Fritz Bauer: A Agenda Secreta (Der Staat gegen Fritz Bauer)

Ano: 2015
Realização: 
Argumento: ,
Género: Drama
Elenco:  , ,
No final dos anos 1950, Fritz Bauer foi o juiz e advogado que conseguiu levar antigos nazis como Adolf Eichmann à justiça, tendo ajudado na captura e tratado do julgamento e condenação de um dos principais arquitectos do Holocausto, que estava na altura a viver na Argentina. Este thriller de Lars Kraume, que venceu o Prémio do Público no Festival de Locarno, foca-se nessa demanda por levar Eichmann a julgamento em Israel. Isto além das adversidades por que Bauer, que aqui é interpretado por Burghart Klaußner (de Adeus, Lenine!, O Laço Branco e Comboio Nocturno para Lisboa), passou numa Alemanha ainda não completamente livre da mentalidade nazi, em que ainda havia muitos simpatizantes dessa ideologia até em cargos públicos. E, por ter recorrido a alianças com a Mossad para conseguir levar o tenente-coronel à justiça, acabou por ser visto por muitos como um traidor à pátria.

De Cabeça Erguida (La tête haute)
Ano: 2015
Realização:
Argumento:  ,
Género: Drama
Elenco:  , ,  
 
Vencedor de dois Césares, este filme da também actriz Emmanuelle Bercot passa-se num centro de reabilitação juvenil. Gira à volta de uma juíza e de um educador que tentam a todo custo ajudar um adolescente que está em conflito com tudo e todos, incluindo ele próprio, desde os seis anos. Isto mesmo que ele não queira ser salvo por eles. Bercot, cujo tio trabalhou em centros destes e passou por histórias muito parecidas, incluiu no elenco nomes como Catherine Deneuve ou Sara Forestier, além do estreante Rod Paradot e Benoît Magimel, conhecido por filmes como Pequenas Mentiras Entre Amigos, tendo sido ambos galardoados com Césares. Foi o filme que abriu o Festival de Cannes em 2015, naquela que foi a segunda vez desde 1987 que tal aconteceu com um filme realizado por uma mulher.

Iguais (Equals)
Ano: 2015
Realização:
Argumento: ,
Género: Drama, Romance
Elenco:  , , ,
 
No mundo de "Iguais", uma distopia num futuro não muito distante, as pessoas vivem saudáveis, quase sem doenças, mas também sem qualquer tipo de emoção humana. Nem sequer compaixão. O filme de Drake Doremus, que em 2013 assinou "Um Novo Fôlego", foca-se em dois jovens que, infectados por uma doença, são uma excepção à regra e, sempre a esconderem daqueles que os rodeiam o facto de terem emoções, acabam por se apaixonar. Tudo se complica quando aparece uma cura, mas o amor entre os dois é ajudado por outras pessoas a sofrer da mesma condição clínica. Com Kristen Stewart, da saga "Crepúsculo", e Nicholas Hoult, de "Mad Max: Estrada da Fúria" e "X-Men", é um drama romântico de ficção científica produzido por Ridley Scott, o realizador de "Alien" e "Blade Runner", que tem bastante experiência nestes campos. O elenco inclui também os australianos Guy Pearce e Jacki Weaver.

Central de Inteligência (Central Intelligence)
Ano: 2015
Género: Comédia
Elenco:  , ,
 
De Rawson Marshall Thurber, o mesmo realizador de "Trip de Família" e "Uma Questão de... Bolas", esta comédia de acção centra-se em dois amigos de liceu que voltam a encontrar-se anos depois. O primeiro, interpretado por Dwayne "The Rock" Johnson, é Robbie Weirdicht, que era gozado na escola por excesso de peso e, com uma envergadura física muito diferente daquela que tinha na altura, se tornou agente da CIA. O segundo, Calvin Joyner, a quem é dada vida pelo cómico Kevin Hart, é hoje contabilista e era, dos tempos de liceu, dos poucos amigos de Weirdicht. O primeiro transforma o segundo num operativo da agência secreta... O elenco inclui também Aaron Paul, da série "Ruptura Total", e Amy Ryan, que em 2007 foi nomeada para um Óscar de Melhor Actriz pelo papel em "Vista pela Última Vez"..., bem como cameos de actores como Jason Bateman ou Melissa McCarthy.

Amor e Amizade (Love & Friendship)
Ano: 2016
Realização:
Argumento:
Género: Drama, Romance
Elenco:  , ,
 
Whit Stillman, que nos anos 1990, registou, em filmes como Metropolitan, Barcelona e "Last Days of Disco", episódios da vida da jovem alta burguesia urbana nova-iorquina (e não só), está de volta para se atirar a uma adaptação de um romance epistolar pouco conhecido de Jane Austen – à qual o trabalho de Stillman muito deve –, Lady Susan. Paralelamente, também lançou uma versão em romance do filme. Isto depois de ter regressado após uma ausência de 13 anos em 2011 com Damsels in Distress, que não teve estreia comercial em Portugal. PUB Passado nos anos 1790, "Amor e Amizade" – o nome vem de outro livro de Austen – centra-se na pouco virtuosa e muito interesseira e egoísta viúva Lady Susan Vernon (Kate Beckinsale), que, para fugir aos rumores que andam a ser espalhados sobre a sua vida privada, vai passar uns tempos na propriedade dos sogros. Lá, procura marido para ela e para a filha. Uma comédia que conta também com Chloë Sevigny (que, a par de Beckinsale, tinha sido uma das protagonistas de Last Days of Disco), Xavier Samuel, Stephen Fry, Emma Greenwell, Tom Bennett, James Fleet e Jemma Redgrave no elenco.

A Minha Vaca É Uma Estrela (La vache)
Ano: 2016
Realização:
Argumento:
Género: Comédia, Aventura
Elenco:  , ,
 
Um agricultor argelino que dedicou a vida a cuidar de Jacqueline, a sua vaca, tem como sonho ir ao Salão Internacional de Agricultura, em Paris (França). Um dia, recebe finalmente o convite e põe-se a caminho, por barco até Marselha e – por ter gasto todo o dinheiro que tinha na viagem – a pé a partir daí, sempre com a vaca ao lado, a cruzar-se com todo o tipo de pessoas da urbanidade francesa que, escusado será dizer, estranham a situação toda. A meio, é descoberto pela imprensa e aparece na televisão, tornando-se um fenómeno junto do público. Eis a premissa desta comédia co-escrita pelos franco-argelinos Mohamed Hamidi, que realizou o filme, e Fatsah Bouyahmed, que o protagonizou. Actores como Lambert Wilson, da trilogia Matrix, e Jamel Debbouze, de O Fabuloso Destino de Amélie Poulain, também aparecem por aqui, além de haver cameos de figuras conhecidas, entre apresentadores e jornalistas, da televisão francesa como Anne-Sophie Lapix, Cyril Hanouna ou Élise Lucet. Os produtores são os mesmos do sucesso de 2011 Amigos Improváveis, pelo que é expectável o mesmo tom de comédia com muito sentimento.

 Agora ou Nunca (Ahora o nunca)
Ano: 2016
Realização:
Argumento: ,
Género: Comédia
Elenco:  , ,
 
Depois de vários anos de namoro, os espanhóis Eva e Alex estão decididos a oficializar a sua relação. Para que tudo seja perfeito, combinam a cerimónia numa pequena povoação de Inglaterra, o lugar onde se viram pela primeira vez e se apaixonaram irremediavelmente. Tudo parece correr bem com os preparativos para a festa e todos se sentem felizes com o aproximar da data. Mas quando os controladores de tráfego aéreo decidem fazer greve, impedindo que o noivo e os seus convidados se encontrem com a noiva e o resto da família, Eva e Alex entram numa espiral de aborrecimentos que quase os faz querer partir para o divórcio… antes mesmo de se casarem. Assim, o que à primeira vista parecia saído de um filme romântico depressa se transforma numa espécie de “thriller” psicológico... Uma comédia de costumes que conta com realização de Maria Ripoll (“Ironia do Destino”, “Utopía”) segundo um argumento de Jorge Lara e Francisco Roncal. O elenco conta com a participação de María Valverde, Clara Lago, Dani Rovira e Alicia Rubio, entre outros.
Sinopses: Cinecartaz Público

sábado, 25 de junho de 2016

FX renova "Archer" para mais três temporadas


O canal FX anunciou a renovação da série de animação Archer para mais três temporadas. A série segue as aventuras de um agente secreto da ISIS, uma organização internacional de inteligência comandada pela sua mãe.

Foram encomendadas as oitava, nona e décima temporadas, cada uma com oito episódios. A sétima temporada da série foi vista, em média, por 784 mil espectadores. A oitava temporada de Archer estreará em 2017.

sexta-feira, 24 de junho de 2016

Passatempo "De Cabeça Erguida"

HBO volta atrás na decisão e cancela "Vinyl"


O canal HBO anunciou o cancelamento de Vinyl depois de ter renovado a série em Fevereiro, imediatamente após a estreia da série. A decisão foi tomada pelo novo director do canal, Casey Bloys, que substituiu Michael Lombardo em Maio deste ano.

Criada por Martin Scorsese e pelo cantor Mick Jagger, com argumento de Terence Winter (Boardwalk Empire), a história seguia a vida de Richie Finestra (Bobby Cannavale), executivo da indústria musical em Nova Iorque, no ano de 1977, altura em que o punk e o disco dominavam o universo musical que testemunhava agora o surgimento do hip hop.

Após a renovação, a série tinha perdido o seu showrunner: Terence Winter abandonou o cargo por diferenças criativas com a HBO e foi substituído por Scott Z. Burns (Contagion). Segundo divulgou a Variety, o director do canal concluiu que o valor gasto para reformular a série poderia ser melhor empregue na produção de uma outra série.

A primeira temporada de Vinyl não obteve a recepção crítica esperada e ficou-se pela média de 645 mil espectadores, ao vivo.

"Star Wars: The Force Awakens" e "The Walking Dead" vencem os Saturn Awards 2016


O filme Star Wars: The Force Awakens dominou as categorias cinematográficas dos Saturn Awards 2016, entregues pela Academia de Cinema de Ficção-Científica, Fantasia e Terror. A produção venceu em oito categorias, incluindo Melhor Filme de Ficção Científica, Melhor Actor (Harrison Ford) e Melhor Actor Secundário (Adam Driver). Crimson Peak venceu em três categorias, incluindo Melhor Filme de Terror; enquanto que Ridley Scott foi considerado o Melhor Realizador por The Martian

Em televisão, a Academia continuou a dar destaque a The Walking Dead (venceu em três categorias). Outlander e Hannibal foram premiados em duas categorias, cada; enquanto que Continuum foi considerada a Melhor Série de Ficção-Científica.

"Orphan Black" é renovada para uma quinta e última temporada


O canal canadiano Space anunciou a renovação de Orphan Black para uma quinta temporada, que encerrará a produção da série.

Perdendo audiência a cada temporada, a quarta temporada da série registou a média de 247 mil espectadores, quase metade dos números conseguidos na primeira temporada (438 mil). A quinta e última temporada contará com dez episódios e tem estreia prevista para 2017.

Showtime cancela "Penny Dreadful"


Numa notícia que apanhou de surpresa a maioria dos fãs, o produtor John Logan e o director do canal Showtime, David Nevins, anunciaram o cancelamento de Penny Dreadful. O criador da série afirmou ter percebido, durante as filmagens da segunda temporada, que a série teria de encerrar a sua produção na terceira temporada.

Ao longo da terceira e última temporada (a cena final do derradeiro episódio terminou com um The End), Penny Dreadful registou a média de 601 mil espectadores, números abaixo dos 611 mil da primeira. Iniciou-se uma campanha online criada pelos fãs na esperança que o Netflix resgate a série, algo que deverá ser difícil, já que o encerramento da produção de Penny Dreadful foi uma decisão criativa de John Logan.

Hulu renova "Casual" para uma terceira temporada


O site de streaming Hulu anunciou a renovação de Casual para uma terceira temporada. A série criada por Zander Lehmann segue Alex (Tommy Dewey), o criador de uma app de encontros muito popular, através da qual tenta encontra namorar. Incapaz de conquistar o amor verdadeiro, embora consiga manter relacionamentos ocasionais, tenta orientar a sua irmã Valerie (Michaela Watkins) a encontrar um parceiro ideal. Entre os dois está Laura (Tara Lynne Barr), que consegue ter um comportamento mais maduro que o da sua mãe.

A terceira temporada de Casual contará com treze episódios e deverá estrear em 2017.